O futuro dos meios de pagamento: Painel UltraTalks sobre evolução dos devices mostra caminhos e soluções pela frente

por | 10 de novembro de 2023 | UltraTalks | 0 Comentários

“Evolução dos Devices em Meios de Pagamento” reuniu lideranças influentes do setor: Mayra Scarpelli, Cristiane Nogueira e Eduardo Pires

O cenário financeiro está em constante evolução, emoldurado por inovações e demandas crescentes por segurança, eficiência e conforto no momento da compra. A digitalização da economia serve – e servirá – para dar mais alternativas aos consumidores na hora de pagar. Neste cenário complexo e desafiador, o UltraTalks trouxe para o centro de discussão o tema “Evolução dos Devices em Meios de Pagamento”, um painel que contou com especialistas influentes do mercado, como Mayra Scarpelli (Sales Diretor da Ingenico), Cristiane Nogueira (CEO da Punto) e Eduardo Pires (CEO, advisor de fintechs e empreendedor serial), que com maestria fez a mediação do evento.

Entender a evolução dos devices de pagamentos, como o tema do painel sugere, é primordial para analisar com profundidade o setor de meios digitais, que movimentou mais de R$ 3 trilhões em 2022 e tem expectativa de atingir R$ 3,6 trilhões em 2023, segundo dados da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços).

Estamos, enfim, caminhando para um futuro no qual os meios de pagamento serão predominantemente digitais e acessíveis a todos. Mayra, ao comentar sobre a velocidade, e até a agressividade, com que acontecem as demandas de inovação no mercado de meios de pagamento fez um relato preciso sobre o atual momento, destacando que estar próximo das necessidades dos clientes é fundamental:

“Falamos muito com o mercado, com os consumidores. A gente precisa olhar cada vez mais o que o nosso cliente quer. Precisamos estar sempre em contato, melhorar a experiência. Com a evolução dos devices, um estabelecimento novo consegue automatizar de modo mais simples o seu negócio. A pandemia até acelerou o processo. Nós nunca usamos tanta a máquina, é um caminho sem volta. Temos que estar de olho em quais são as demandas de nossos clientes.”

Cristiane complementa: “Temos que trazer segurança para o momento de pagamento, trazer um momento de prazer para o cliente. Neste momento, você está falando de inovação. Transformar uma relação sua, diária, em uma relação mais prazerosa. Antes da pandemia, você pegava o cartão e fazia um pagamento. Agora tudo mudou, o número de interações na hora de um pagamento é gigante.”

Velocidade e conveniência

A inovação aplicada aos meios de pagamento realmente tem sido surpreendente, como destacam os convidados UltraTalks. Além de impulsionar o crescimento econômico, os pagamentos em tempo real oferecem velocidade, conveniência e excelente custo-benefício.

“Antes, as marcas ditavam o que você ia consumir. Hoje, cada um tem sua maneira. Todos os canais devem ser entendidos. O que é inovação tecnológica? É saber como as pessoas fazem seus consumos e trazer mais segurança. Tem que ter segurança e prazer na compra”, afirma Cristiane.

Edu Pires levantou uma questão importante para aprimorar o debate: enfim, como estará a indústria de devices daqui uns anos?

“Acreditamos na evolução dos devices. A experiência do cliente, essa sim, decide para onde o mercado vai. Nós provemos a inovação tecnológica. O futuro cabe ao cliente, à experiência. O momento do pagamento deve ser agradável, isso não muda. Para onde nós vamos? A questão da segurança, esta mantém sua importância exatamente no mesmo lugar”, define Mayra.

“Estamos muito ligados aos aspectos do consumo. Eu tenho que melhorar a interação do meu consumidor. A Inteligência Artificial vai modificar tudo, vai tirar empregos, mas vai criar outros. Muda inclusive seu momento de consumo, vai mudando cada vez mais para traduzir isso dentro de todos os tipos de device. Tem que saber traduzir isso”, acrescenta Cristiane.

Mas afinal, questiona Edu Pires, as mudanças nos devices oferecem riscos ou oportunidades?

“Só vejo oportunidades. Atender o cliente na experiência que ele necessita. Vender de maneira simples, fácil e rápida, não pode perder venda”, relata Mayra.

Cristiane complementa: “O mercado está mudando muito. Você dorme com o Pix, acorda com o Drex. Acredito que as mudanças vêm para o bem, não vejo nenhum risco. Tem uma movimentação para trazer mais benefícios lá na ponta. Mais segurança, mais rastreabilidade. A tecnologia vem para isso, a nova moeda do mercado são os dados.”

Frase que definiu o painel

No fim, uma conversa que uniu tanta experiência e conhecimento no mercado de meios de pagamento só poderia terminar com uma frase exemplar, que resumiu com clareza e profundidade este painel UltraTalks sobre device. E ela veio de Edu Pires:

“Enquanto houver a interação usuário, tecnologia e liquidação financeira, haverá espaço para investimento, empresas audaciosas, criação de produtos e monetização.”

Com a continuidade das inovações tecnológicas e uma maior adoção de soluções de pagamento digital, a transição para uma economia totalmente digital parece a cada dia mais inevitável.


Este painel teve o apoio de

Tags

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

A importância da agenda ESG para as empresas

A importância da agenda ESG para as empresas

Ultratalks #002, A importância da agenda ESG para as empresas, com Fernando Beltrame No dia 05 de Outubro tivemos mais um ótimo Ultratalks sobre “A importância da agenda ESG para as empresas”. Na série de eventos online e gratuitos – o Ultratalks,...